A depressão é uma doença crônica que causa um sentimento de tristeza profunda, entre muitos outros sintomas de depressão. Não é uma bad passageira. Tem fundo clínico e é perigosa. O corpo pára de produzir neurotransmissores como a serotonina e a noradrenalina, que são substâncias responsáveis por transmitir os sentimentos de alegria e disposição para o cérebro.

Por isso que uma das piores coisas a se dizer para uma pessoa com depressão (leia o nosso guia completo) é: “Você só está assim porque não se mexe!”

As causas podem ser várias: “Causas físicas, como o desequilíbrio hormonal, certas patologias e o uso de alguns medicamentos, podem ter como efeitos as depressões secundárias” diz João Paulo Coelho, psicólogo especialista em terapia online no Zenklub. Outros fatores que podem causar depressão: traumas, problemas de relacionamento, desemprego, perda de alguém querido, solidão, entre outros.

Mas quais os sintomas de depressão que temos de estar atentos?

A principal dificuldade é saber se é tristeza ou depressão é: tristeza passa, depressão não. Um dos principais sintomas de depressão é a perda de interesse em coisas que antes davam prazer.

Apatia e mudanças repentinas de peso e humor também são sintomas clássicos. Além desses, irritabilidade, medo, pessimismo, raciocínio lento, perda de libido, insônia, problemas no trato intestinal e dores musculares.

Ainda acha que é uma tristezinha?

Fica aqui a lista mais completa de sintomas:

  • Mudanças no sono
  • Mudanças de apetite
  • Falta de concentração
  • Perda de energia
  • Perda de interesse
  • Baixa autoestima
  • Desesperança
  • Mudanças nos movimentos corporais
  • Dores físicas e angústias
  • Muito cansaço
  • Pensamentos suicidas
  • Sentimento de culpa

Mas qual o tratamento de depressão?

O psicólogo e o psiquiatra devem andar juntos no tratamento.

O primeiro vai atacar fobias e resistências do paciente, o segundo vai indicar a medicação adequada para acabar com os sintomas e regular a produção de neurotransmissores. Os tratamentos são complementares e não costumam ser rápidos, mas a depressão tem cura.

A ajuda de família e amigos é fundamental. Dá pra evitar?

Claro! João indica: “Uma vida equilibrada, alimentação saudável e moderada, atividade física, momentos de relaxamento trazem benefícios físicos e psicológicos”. Existem algumas comidinhas curinga como laranja, maçã, abóbora, sardinha, grão de bico, couve e alface.

O acompanhamento profissional é indispensável para acabar com a depressão. Você pode agendar uma sessão com o João ou com outro dos profissionais do Zenklub.

Joao Paulo Coelho

Joao Paulo Coelho

Psicólogo, graduado pelo Centro Universitário da Grande Dourados. Pós-graduado em Psicopedagogia Clínica. Experiência em aconselhamento psicológico e atendimento psicoterapêutico e psicopedagógico de crianças, adolescentes e adultos. Atuação clínica na abordagem psicanalítica.
Joao Paulo Coelho