Mas afinal o que é ansiedade normal e a doença de ansiedade? A ansiedade é uma reação normal e inerente ao ser humano. Diante de situações como uma entrevista de emprego ou quando estamos aguardando um resultado importante, é normal que fiquemos ansiosos. Nessas circunstâncias, a ansiedade se manifesta como um alerta que nos prepara para um novo desafio e favorece a adaptação.

Quando a sensação de ansiedade torna-se parte da rotina e a sensação deixa de ser uma emoção e passa a ser um transtorno chamado de transtorno de ansiedade generalizada que é preciso tratar. Pessoas que têm preocupação excessiva, dificuldades para dormir, pânico ou medo com frequência devem investigar o problema.

O distúrbio de ansiedade é um conjunto de problemas como por exemplo ansiedade generalizada, fobias sociais e distúrbio obsessivo-compulsivo. “Os distúrbios de ansiedade são provocados por desordens do sistema nervoso simpático, que libera, na circulação, quantidades inadequadamente altas dos hormônios envolvidos na reação de estresse”, diz o médico Drauzio Varella em seu site.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) 23,9% dos brasileiros sofrem algum transtorno de ansiedade. O país tem a maior taxa de ansiedade no mundo todo e é o quinto em casos de depressão.

Fique atento aos sintomas da ansiedade

Os sintomas da ansiedade podem ser divididos em dois grupos: os sintomas físicos e os sintomas psicológicos.

Sintomas psicológicos

Preocupação excessiva ou perfeccionismo: pessoas constantemente pressionadas no campo profissional ou pessoal querem que tudo saia exatamente conforme planejado.

Medos irracionais constantes: fobias exageradas ou medos descabidos também estão na lista de sintomas da ansiedade. Medo de que alguém entre em sua casa, de voar, de animais ou de estar perto de muitas pessoas podem se tornar incapacitantes.

Lembranças ruins: lembrar de eventos ruins que aconteceram no passado é algo natural, mas quando não conseguimos nos livrar de uma lembrança e o sentimento ruim que tivemos diante de determinado episódio é revivido constantemente, isso pode significar um trauma e desencadear uma crise de ansiedade.

Sintomas físicos

Apesar de muitos sintomas psicológicos já serem conhecidos, os sintomas físicos nem sempre são ligados ao transtorno. De qualquer forma é preciso ficar atento aos sinais que o nosso corpo emite.

Tensão muscular: pessoas ansiosas normalmente apertam a mandíbula, flexionam o punho (ou o corpo todo), contraem os músculos dos ombros e acabam com muita tensão muscular.

Dores no corpo: dores de barriga e enjoo, dores no peito, falta de ar ou dores de cabeça são comumente sentidas por quem sobre de preocupação excessiva e ansiedade.

Fala exageradamente rápida: falar depressa demais sem que haja um motivo claro para isso pode ser um sintoma de ansiedade. Poucos respiros entre cada palavra, ter que ficar constantemente repetindo o que você falou porque falou rápido demais são sinais de alerta.

Tratamento

A psicoterapia é indicada para casos de ansiedade, que devem ser avaliados por um psicólogo. Em alguns casos mais graves é preciso combinar o tratamento psicológico com medicamentos específicos para o tratamento da ansiedade. Também existem hoje em dia aplicativos digitais que você pode usar quando quiser com exercícios e dicas para controlar ansiedade.

Se você se identificou com muitos sintomas e acredita que possa estar sofrendo de ansiedade, consulte um psicólogo online. No Zenklub, plataforma de consultas psicológicas por vídeo-consulta conta com mais de 100 psicólogos estão online e ativos, prontos para te ajudar.

Zenklub

Zenklub

Proporcionar um estilo de vida mais saudável e permitir que as pessoas se empoderem da sua saúde emocional e bem-estar é o objetivo do Zenklub. Para além das matérias no blog, no site você pode consultar um psicólogo por vídeo-chamada de onde estiver. São mais de 80 psicólogos a um clique de distância.
Zenklub