Tem ansiedade excessiva? Pula pro fim do texto que tem um resumo!

Se não houvesse medo e ansiedade, talvez não haveria ser-humano hoje. Foi esse impulso natural que impediu que os homens das cavernas fossem devorados por predadores ferozes. Mas o que diferencia a ansiedade que salvou a pele dos nossos ancestrais daquela que não te deixa dormir na noite anterior àquela reunião com o seu supervisor casca grossa? Como controlar ansiedade excessiva?

Quando você deixa de fazer coisas naturais como dormir ou conversar porque sua cabeça está a mil por hora calculando todas as possibilidades e perigos possíveis de uma situação imaginária, aí temos um problema. Marjorie Carvalho, psicóloga do Zenklub diz: “Neste ponto, a ansiedade se torna um problema porque causa grande impacto na vida diária de uma pessoa, limitando suas experiências e levando a prejuízos em uma ou mais áreas da vida” Quando a ansiedade se torna uma doença chamamos de transtorno de ansiedade generalizada.

O coração acelera e somos bombardeados por uma corrente de adrenalina. A boca seca e as mãos suam. Isso é o corpo se preparando para enfrentar uma ameaça. Só que desta vez não é um tigre dentes de sabre, é a sua própria cabeça. Você não está sozinho. Estima-se que cerca de 23% dos brasileiros possam desenvolver algum tipo de transtorno de ansiedade ao longo da vida. É praticamente a população da Espanha inteira.

E, não bastasse o transtorno por si só, os efeitos colaterais que ansiedade pode causar são uma pedra no sapato

Geralmente, pessoas ansiosas têm problemas para dormir, pois não conseguem relaxar. As relações sociais também são afetadas, porque ambientes cheios costumam ser incômodos para essas pessoas. A ansiedade pode estar associada à depressão.

Existe uma série de fatores que pode desencadear transtorno de ansiedade.

medo e ansiedade

Pesquisas indicam que um quarto da população mundial tem uma mutação no gene COMT, que determina nossa propensão a ter pensamentos catastróficos. Essa alteração pode causar o desenvolvimento de transtornos de ansiedade. As mulheres também estão mais expostas e a culpa é dos hormônios.

Traumas como acidentes ou perda de um ente querido e situações estressantes também são grandes vilões.
Contudo, é possível curar ansiedade. A Terapia Cognitivo-Comportamental surte efeito em 71% dos pacientes que se queixam de ataques de pânico.

psicólogos online

A enorme quantidade de informação com que somos bombardeados também é prejudicial: “Não gosto de colocar a internet e os smartphones como vilões. O problema são os hábitos que foram criados a partir deles” diz Marjorie “Sempre temos algo para ver, para responder ou para fazer. E rápido de preferência”. Os aparelhos ainda podem funcionar como um modo de fuga: “muitas vezes o uso excessivo do celular e da internet não passa de uma estratégia para a pessoa fugir da sua realidade […] evitar entrar em contato com alguma dificuldade”.

O papel do acompanhamento especializado

Com o acompanhamento de um profissional, você vai aprender técnicas para domar os pensamentos de pânico e enfrentar as situações que tanto teme. O uso de remédios para ansiedade também é indicado. Não se preocupe, os medicamentos não vão te transformar em um zumbi. Procure um psiquiatra e NUNCA se automedique. Em dose errada, os fármacos usados para combater ansiedade podem causar dependência.

Coloque a ansiedade para jogar no seu time. Se ela te impede de viver uma vida feliz, não perca tempo e busque ajuda de um profissional. O Zenklub está à disposição para te ajudar.

FICHA CORRIDA (para os muito ansiosos mesmo)
Causas: genética, problemas na infância, traumas e estresse
Sintomas: preocupação exagerada, medo extremo de situações especificas, pensamento catastrófico, falta de controle sobre os pensamentos, ocorrência repetida de pensamentos ruins
Tratamento: acompanhamento com psicólogo (TCC) e com psiquiatra (remédios). Nunca se automedique.

Zenklub

Zenklub

Proporcionar um estilo de vida mais saudável e permitir que as pessoas se empoderem da sua saúde emocional e bem-estar é o objetivo do Zenklub. Para além das matérias no blog, no site você pode consultar um psicólogo por vídeo-chamada de onde estiver. São mais de 80 psicólogos a um clique de distância.
Zenklub