Um dos maiores sofrimentos da mulher que está tentando engravidar é o medo. Como lidar com ele nesta situação? Será que podemos controlar? Eliminar? Infelizmente não temos um botão para desligar qualquer dos nossos sentimentos negativos, não é mesmo? Assim, convido você a uma reflexão: quanto mais tentamos controlar um sentimento que não queremos, “maior” ele se torna. Faz sentido? Então tenho que falar que o medo, na verdade, estará presente sempre!

Vamos pensar juntas:

Se engravidar? Medo de perder, do futuro, de não ser uma boa mãe.
Se decidir tentar fertilização assistida? Medo de não dar certo.
Se decidir pensar em adoção? Medo de todas as questões envolvidas na história da criança.
Se encontrar um diagnóstico? Medo de ter um “culpado”…

E se extrapolarmos para situações cotidianas que todos vivenciamos e estamos sujeitos?

Sair na rua com o transito caótico, violências sem sentido na escola, na torcida de futebol e na fila do banco. Dificuldade de conseguir empregos. Rumores de que o governo no Brasil está em crise e a economia também. Quantos perigos há? Quantas especulações? Vamos ter medo do mundo? Entrar em nossos casulos?

O medo faz parte do cotidiano, do mundo e de nós!

E se aceitarmos parte dele conosco?

Precisamos do medo para estar atentos ao que pode nos fazer mal, então devemos aceitá-lo! Mas, o segredo é levar o medo para viver a vida! Desfrutar das possibilidades quando for possível e deixá-lo te proteger quando necessário! Assim, temos de aceitar os sentimentos, mas termos comprometimento com nosso bem-estar e qualidade de vida.

O medo de não conseguir engravidar

No caso do medo de não conseguir engravidar, quando sua vida começa a ser norteada por isto, é comum se passar por vários momentos de estresse e, não conseguindo direcionar seus comportamentos de forma positiva, falhar em enfrentar as situações que trazem dor e sofrimento. Seu corpo também reage desta mesma forma, podendo afetar sua probabilidade de sucesso nas tentativas de engravidar, por mais que esteja “hiper” preocupada em seguir cada passo orientado pelo seu médico.

Sua vida está girando em volta do medo de engravidar e de tudo que isso envolve? Então tenho algumas dicas para você, que tal?

Para começar, procure apoio psicológico, pois isso irá te ajudar a ter autoconhecimento e lapidar suas habilidades para enfrentar as situações difíceis que está passando.

E enquanto isso, olhe mais para suas outras versões além de querer ser mãe. Você é mulher, esposa, filha, profissional, amiga. O que gosta de fazer para se divertir? E o namoro com o marido, como anda?

Que tal quebrar a rotina? Escolha algo que está de lado para pôr em prática novamente. Faça coisas que goste de ver o resultado, que inspirem prazer.

Não esqueça: aceite que terá sim sentimentos negativos nesta jornada, mas tenha compromisso. Coloque-se em primeiro lugar, se necessário busque ajuda, para direcionar seus comportamentos de formas positivas para uma vida mais saudável e ficar mais próxima de atingir seus objetivos.

Quer conversar com um profissional sobre assunto? Se tiver com dúvidas e quiser um aconselhamento especializado, agende uma sessão de orientação comigo aqui. O Zenklub é a maior rede vídeo-consultas com psicólogos, onde você tem acesso a mais de 100 especialistas a qualquer hora, de qualquer lugar.

Barbara Miras

Barbara Miras

Psicóloga Clínica com atuação embasada em Análise do Comportamento. Sou psicóloga porque acredito que a Psicologia pode nos ajudar a sermos agentes de mudanças saudáveis em nossas vidas. Atuo desde a formação principalmente com demandas de ansiedade, depressão e apoio psicológico em infertilidade.
Barbara Miras

Últimos posts por Barbara Miras (exibir todos)