Você se sente estressado? Sente dores de cabeça recorrentes? Dor de estômago? Sente-se cansado logo ao acordar? Pois é, você provavelmente está passando por um período de estresse muito grande!

E o que é o estresse? É o mal do século e do mundo moderno e vai além de um simples cansaço físico e/ou mental. É causado pela ação de defesas orgânicas decorrentes de estímulos externos; positivos ou negativos; sendo uma resposta desadaptada do organismo que causa efeitos importantes na vida de um indivíduo.

Certos eventos em nossas vidas são tão estressantes, que caracterizam a situação de trauma (lesão ou dano) psíquico. O que leva a sobrecarga varia de pessoa para pessoa, mas quando ultrapassamos um certo limite o organismo entre em estresse.

O estresse é divido em três fases:

  • Fase aguda: Esta é a fase em que os estímulos estressores começam a agir. Nosso cérebro e hormônios reagem rapidamente, e nós podemos perceber os seus efeitos, mas somos geralmente incapazes de notar o trabalho silencioso do estresse crônico nesta fase.
  • Fase de resistência: se o estresse persiste, é nesta fase que começam a aparecer as primeiras consequências mentais, emocionais e físicas do estresse crônico. Perda de concentração mental, instabilidade emocional, depressão, palpitações cardíacas, suores frios, dores musculares ou dores de cabeça frequentes são os sinais evidentes, mas muitas pessoas ainda não conseguem relacioná-los ao estresse, e a síndrome pode prosseguir até a sua fase final e mais perigosa.
  • Fase de exaustão: esta é a fase em que o organismo capitula aos efeitos do estresse, levando à instalação de doenças físicas ou psíquicas.
videoconsulta com especialistas

Algumas dicas que podem ajudar a aliviar os sintomas:

  1. Utilize a respiração: Ansiedade e stress geram respiração ofegante. Então, retome o controle da sua respiração para acalmar sua mente. Respire fundo algumas vezes quando sentir que está nervoso e isso enviará ao seu cérebro a mensagem que você está calmo.
  2. Olhe diferente para seus problemas: Você pode olhar pra uma situação estressante – uma reunião com um cliente – como uma situação estressante ou como uma oportunidade de impressionar alguém importante no seu network. É tudo uma questão de ponto de vista. Deixe a pressão te ajudar a fazer um trabalho melhor, em vez de trazer à tona suas inseguranças.
  3. Aceite o que você não pode mudar: Algumas coisas são o que são e lutar contra elas mentalmente, perguntando porque elas estão acontecendo com você, se culpando ou se martirizando só vão te deixar mais ansioso. Aceite que o problema é do jeito que é. Há coisas que você não pode controlar. Você não pode escolher o que seu chefe, seu marido ou sua sogra vão te falar, mas pode escolher como lidar com isso.
  4. Ocupe sua mente de forma positiva
  5. Exercite-se
  6. Durma bem
  7. Não seja vítima do perfeccionismo: Problemas acontecem na vida de todo mundo, as pessoas falham e precisam recomeçar e você não está imune a isso. Se cobrar por perfeição é absurdo porque não é justo com você.
  8. Procure um especialista

 

Você quer conversar com um especialista? Entre no Zenklub.

Priscilla Sociale

Priscilla Sociale

Psicóloga (USJT), Especialização na área educacional e em Terapia Cognitivo Comportamental, Pós Graduação em Psicopedagogia e Pós Graduação em Neuropsicologia (Faculdade de Medicina da USP). Aprimoramento em Reabilitação Neuropsicológica. Atua há aproximadamente 13 anos em consultório.
Priscilla Sociale

Últimos posts por Priscilla Sociale (exibir todos)