Quando o acompanhamento psicológico no luto é indispensável?

Quando alguém que amamos se vai, ou com a ameaça de perda iminente, nasce uma angústia avassaladora; várias incertezas e perguntas sem respostas. Isso dói. Corrói. Por que você se foi? O enlutado se pergunta e, dificilmente, consegue resposta. Os esforços para compreender a perda são grandes, contudo, as respostas nem sempre são satisfatórias. As conclusões, por vezes, são formadas por pessoas próximas ou pelo próprio esforço de pensamento. Mas o fato é que a morte faz parte da vida. Porém também faz parte das questões que nem sempre estão ao alcance de uma compreensão lógica. Com duração variável,...

Ver mais